Quer que desenhe? Insignificantes no universo (by carlosruasvlog)

I don’t tell anyone about the way you hold my hand
I don’t tell anyone about the things that we have planned
I won’t tell anybody

We Are Young - Glee Cast

Glee Cast - Survivor / I Will Survive (Glee Cast Version) (by musicfromgleeVEVO)

Zach Wahls Defende o Casamento Gay [Legendado Pt-BR & English Captions] (by phillipebr)

"Paint my face in your magazines
Make it look whiter than it seems
Paint me over with your dreams
Shove away my ethnicity
Burn every notion that I may have a flame inside to fight
And say just what is on my mind
Without offending your might.”

Cuando los ángeles lloran (Maná) (by kuroudvii)

É o que acontece com quem defende humanos, a terra, animais e florestas da extinção! 

Brô Mc’s + Fase Terminal - “No Yankee” (by victorxmartins)

Clipe “No Yankee” da banda Brô MC com participação do grupo Fase Terminal. A música é parte da trilha sonora do documentário À Sombra de um Delírio Verde (THE DARK SIDE OF GREEN)

O outro lado do tal desenvolvimento sustentável. Enquanto temos combustível limpo, sujam a história com violações de direitos humanos e violações ambientais. 

À quem tiver a oportunidade, assista o documentário completo em festivais e mostras pelo país.

http://www.thedarksideofgreen-themovie.com/

Trailer - À Sombra de um Delírio Verde (by thedarksidegreen)

Na região sul do Mato Grosso do Sul, fronteira com Paraguai, a etnia indígena com a maior população no Brasil luta silenciosamente por seu território para tentar conter o avanço de poderosos inimigos. Expulsos pelo contínuo processo de colonização, mais de 40 mil Guarani Kaiowá vivem hoje em menos de 1% de seu território original. Sobre suas terras encontram-se milhares de hectares de cana-de-açúcar plantados por multinacionais que, em acordo com governantes, apresentam o etanol para o mundo como o combustível “limpo” e ecologicamente correto. Sem terra e sem floresta, os Guarani Kaiowá convivem há anos com uma epidemia de desnutrição que atinge suas crianças. Sem alternativas de subsistência, adultos e adolescentes são explorados nos canaviais em exaustivas jornadas de trabalho. Na linha de produção do combustível limpo são constantes as autuações feitas pelo Ministério Público do Trabalho que encontram nas usinas trabalho infantil e escravo. Em meio ao delírio da febre do ouro verde (como é chamada a cana-de-açúcar), as lideranças indígenas que enfrentam o poder que se impõe muitas vezes encontram como destino a morte encomendada por fazendeiros.